sábado, 6 de janeiro de 2007

Balanço da 1a. Semana de 2007

Apesar de curta, a primeira semana útil de 2007 foi bastante volátil e de grande realizações nos preços dos ativos. No Brasil, a BOVEPSA fechou a sexta-feira (05/01/07) passada em queda acentuada, reagindo à divulgação da Taxa de Desemprego norte-americana e a queda das bolsas internacionais.

Justificativas?
Bom, há sempre muitas (e cá entre nós... o mercado tava louco para ter um motivo razoável para realizar os lucros!), mas basicamente deve-se ao fato de que o Relatório de Emprego dos Estados Unidos mostrou um crescimento acima do esperado do número de postos de trabalho e do salário médio, o que pode constituir um foco de pressão inflacionária, levando o Fed a adiar o início dos cortes na taxa de juros. Isso levou o mercado a dar continuidade ao seu movimento de realização de lucros iniciado na quarta-feira (03/01), fazendo com que o Ibovespa apresentasse variação negativa de 4,03%, a maior desde maio do ano passado, encerrando o dia cotado a 42.245ptos. O volume financeiro foi bem elevado, atingindo R$ 4,09 bilhões.


O que fazer?
Bom, deve-se ficar atento! O mercado deu boas oportunidades de compra, mas deve-se ter em consideração que a bolsa subiu muito e rápido nas ultimas semanas, porém não há ainda uma sensação de que haja um movimento generalizado de saída dos investidores estrangeiros. Armem o STOP e bons trades!

E a Randon (RAPT4)?
Bom, para alegrias de muitos (inclusive eu!), manteve-se em um patamar bem razoável de queda, tendo em vista a queda acentuada da BOVESPA.

2 comentários:

Marco disse...

O que o relatório de Emprego dos Estados Unidos tem a ver com a bolsa no Brasil? O motivo da queda não foi, simplesmente, a realização de lucros, já que o ibovespa superou mais um recorde?
Continue com o bom trabalho!
Marco

BUSSOLA DE FINANCAS disse...

Marco,
o relatorio de emprego indicou um aquecimento da economia norte-americana, pois surgiram mais vagas que o previsto pelo mercado. Qual a relação com o Brasil? Pois bem, havendo uma percepção de que o mercado norte-americano esta aquecido, menos provavel haver uma reducao da taxa de juros basica da economia dos EUA, via FED (BC deles), o que frustra as expectativas presentes, e adia uma maior atratividade da nossa bolsa (BOVESPA). Espero ter esclarecido!
Abs e obrigado pela visita.
BF