sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Bolsa confirma sua posição de melhor investimento em 2007

Prezados,

Tal e como as 506 das 655 pessoas que responderam à Pesquisa BF estimavam, o mercado de renda variável mais uma vez se confirmou como a melhor opção de investimento, e deu um belo resultado em 2007, apesar de momentos de volatilidade (o que é normal, diga-se de passagem).....

O mercado acionário brasileiro emplacou seu 5º ano consecutivo de valorização e fechou 2007 como a melhor opção entre os investimentos tradicionais.

Apurando a maior elevação anual desde 2003, o Ibovespa subiu 43,66%, terminando o período cotado a 63.886 pontos, após ter estabelecido 43 novos recordes de fechamento. Se descontada a variação de 7,75% do IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), o ganho real foi de 33,32%.

Otimismo acabou prevalecendo
Basicamente, o ano foi positivo à renda variável em nível global. A manutenção de um bom ritmo de crescimento econômico mundial e a liquidez ainda favorável estimularam a busca pelos investimentos em ações.

O Brasil, um dos destinos preferidos dos investidores estrangeiros, se inseriu neste contexto, beneficiando-se ainda de um ambiente macroeconômico doméstico favorável e da possibilidade de obtenção da classificação investment grade já em 2008.

Em determinados momentos, a volatilidade proveniente da cena externa chegou a ameaçar a trajetória positiva da bolsa. No final de fevereiro, a queda de quase 9% do principal índice de ações da China espraiou pessimismo aos mercados e o Ibovespa despencou 6,63% em apenas um pregão.

Dissipada a preocupação em torno da renda variável chinesa, o otimismo retornou às bolsas. Em meados de agosto, porém, um novo abalo, desta vez oriundo da deterioração das condições de crédito imobiliário de alto risco nos EUA.

O segundo semestre, de uma forma geral, foi marcado pelos temores envolvendo o subprime. Para acalmar os ânimos, o Federal Reserve adotou uma política monetária mais restritiva, além de injetar recursos no sistema financeiro com certa freqüência, visando prover liquidez. A atuação da equipe comandada por Ben Bernanke ajudou a restabelecer maior normalidade nos mercados.

Ganhos mais modestos na Renda Fixa
Embora tenha mostrado rentabilidade inferior à bolsa, o desempenho das aplicações de renda fixa foi relativamente satisfatório, proporcionalmente ao seu risco, ao meu ver. Quem investiu em renda fixa também registrou ganho expressivo em termos reais, apesar dos sucessivos cortes implementados pelo Banco Central na taxa Selic.

Quem aplicou em CDBs pré-fixados de trinta dias obteve um ganho bruto médio de 11,91% no ano, o que corresponde a uma rentabilidade de 3,87% em termos reais. O CDI, por sua vez, rendeu 11,49% no ano em termos nominais, ou 3,47% quando descontada a inflação medida pelo IGP-M.

Mesmo a tradicional caderneta de poupança apresentou rentabilidade positiva. Com ganho nominal de 7,77%, o retorno em termos reais foi de 0,02%.

Apresentando-se como uma alternativa de investimento menos difundida no Brasil, mas tida como interessante em tempos de maior turbulência nos mercados internacionais, o ouro também mostrou-se favorável em 2007. A cotação da commodity na BM&F registrou alta de 11,26%, que corresponde a um ganho real de 3,26%.

Dólar: quarto ano seguido de perdas
Já o pior investimento ficou com o dólar, que emplacou a quinta perda consecutiva anual. Com novos saldos positivos da balança comercial e ingresso de recursos financeiros, a moeda norte-americana voltou a amargar perdas frente ao real, a despeito das intervenções do Banco Central.

A cotação do dólar PTAX, calculada pelo Banco Central, a R$ 1,7705, registrou queda de 17,19% em 2007, que cresce para 23,15% quando analisada em termos reais.

Confira na tabela abaixo a rentabilidade dos principais investimentos:

Investimento 2007 Real* 2006 Real**
Ibovespa +43,66% +33,32% +32,92% +28,02%
CDI*** +11,49% +3,47% +14,86% +10,62%
CDB **** +11,92% +3,87% +15,23% +10,98%
Poupança +7,77% +0,02% +8,51% +4,51%
Dólar Paralelo -17,16% -23,12% -7,03% -10,46%
Dólar Ptax -17,19% -23,15% -8,66% -12,03%
Ouro +11,26% +3,26% +12,69% +8,54%
IGP-M +7,75%
+3,83%

* Deduzida a inflação pelo IGP-M, que ficou em 7,75% em 2007
** Deduzida a inflação pelo IGP-M, que ficou em 3,83% em 2006
*** Taxa Efetiva Andima
**** Taxa pré 30 dias

Aproveito e desejo a todos um ótimo Reveillon!!!!

Um comentário:

Cristiano Borges Brasil disse...

Olá Amigo !!
Tenho um BLOG sobre Investimentos e Clube de Investimentos.
Acho muito legal seu BLOG e estou sempre dando uma olhada nele, gostaria que você visitasse o meu também no link http://clubemeta.blogspot.com.
Gostaria de lhe adicionar em meu BLOG como um LINK SUGERIDO.
Gostaria também que você colocasse o meu BLOG nos seus LINKS SUGERIDOS.
De acordo?
Um grande abraço e um Feliz 2008