segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Oferta de ações da SulAmérica pode bater R$ 1 bilhão

Mesmo em meio a este turbilhão, a SulAmérica segue, pelo menos por enquanto, com seus planos.

A seguradora SulAmérica anunciou hoje os termos de uma oferta primária de ações que pode movimentar mais de R$ 1 bilhão.

De acordo com o prospecto preliminar, serão ofertados 21.739.132 Units (certificados de depósito de ações) cada um formado por uma ação ordinária e duas preferenciais. Levando em consideração o teto da estimativa de preços, que oscila entre R$ 30 e R$ 40 por Unit, a oferta movimentará cerca de R$ 870 milhões. O montante pode passar da casa do R$ 1 bilhão, caso sejam exercidos integralmente os lotes suplementar e adicional de 15% e 20%, respectivamente. A distribuição é coordenada pelo Unibanco e UBS Pactual.

O investidor pessoa física interessado em participar tem do dia 24 de setembro ao dia 2 de outubro para fazer seu pedido de reserva junto a uma corretora consorciada. O valor mínimo de investimento é de R$ 3 mil e o máximo, de R$ 300 mil. Pelo cronograma da oferta, as Units começam a ser negociadas dia 5 de outubro no Nível 2 de Governança Corporativa da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), sob o código SULA11.

Com a oferta, a companhia busca recursos para financiar a expansão das operações, que se dará por meio de alianças estratégicas e possíveis aquisições. A seguradora também utilizará parte dos recursos para pagar dívidas.

O controle da companhia é da Sulasapar Participações, com 70,85% das ações ON e 44,77% do capital total. Sulasapar é uma holding detida pela Sulasa e pelo grupo holandês ING.

Presente no capital da companhia desde 2001, o ING tem outra participação no capital da empresa por meio de ING Insurance International, com 15,24% das ações ON e 52,32% das PN, o que representa 28,88% do capital total. Direta ou indiretamente o ING detém 49% do capital da companhia.

Além do segmento de seguros, a empresa também atua na administração de investimentos de terceiros por meio da Sul América Investimentos.

A SulAmérica encerrou o primeiro semestre do ano com receita total de R$ 3,59 bilhões. O total de prêmios de seguro totalizou R$ 3,5 bilhões, sendo que o segmento de saúde respondeu por 54,2% deste total. O segmento de automóveis fica em segundo lugar respondendo por 27% dos prêmios. O lucro líquido no semestre somou R$ 192,9 milhões.

2 comentários:

Commodity disse...

Opa, essa parece ser boa. É o caso de analisar os balanços e ver se vale a pena entrar...

BUSSOLA DE FINANCAS disse...

Prezado Commodity, concordo parcialmente com você.

Em que pese que a SulAmerica possua um negócio interessante, o mercado está turbulento, o que poderia atrapalhar o lançamento, ou até mesmo cancelá-lo.

Vale a pena ficar atento, e no caso de haver melhorias no horizonte, refletir sobre uma posição.

Um abraço.