quinta-feira, 5 de agosto de 2010

FORMA ALTERNATIVA DE COMEÇAR A INVESTIR NA BOLSA

PessoALL,
 
Muitos não se dão conta de que é possível acompanhar a evolução do próprio Índice Bovespa, diluíndo os riscos de comprar uma ou outra ação...
 
Para isso, basta comprar fundos de índices, que como o nome sugere é um "espelho" de um índice e segue sua evolução, para cima ou para baixo é claro!
 
 
OS  ETF´s
Desde o dia 2 de agosto, o lote-padrão dos ETFs (Exchange Traded Funds, na sigla em inglês) será reduzido de 100 para 10 cotas.

Na prática, por exemplo, um investidor que hoje precisava de cerca de R$ 6.599 para negociar o ETF BOVA11, espelho do Ibovespa, poderá entrar neste mercado investindo um valor dez vezes menor - ou seja, R$ 659,90 - com base no preço de fechamento do pregão de 26 de julho.

A BM&FBovespa considera o ETF um importante instrumento para atrair as pessoas físicas para o mercado de capitais e, com isso, aumentar o potencial de negociação dos fundos de índices na Bolsa.

Os ETFs são fundos espelhados em índices e suas cotas são negociadas em Bolsa da mesma forma que as ações. Ao adquirir cotas de um determinado ETF, o investidor passa a deter todas as ações componentes do índice a ele relacionado, sem ter de comprar separadamente os papéis de cada empresa. Desta forma, os ETFs podem proporcionar maior praticidade, rapidez e eficiência no momento de investir, além de facilidade para acompanhar seu desempenho, que está associado ao do respectivo índice.

Atualmente, são negociados sete fundos de índices na BM&FBovespa:

1.BOVA11 (iShares Ibovespa Fundo de Índice),
2.SMAL11 (iShares BM&FBOVESPA Small Cap Fundo de Índice),
3.MILA11 (iShares BM&FBOVESPA MidLarge Cap Fundo de Índice),
4.BRAX (iShares Índice Brasil IBrX-100 Fundo de Índice),
5.CSMO (iShares Índice BM&FBOVESPA de Consumo Fundo de Índice),
6.MOBI (iShares Índice BM&FBOVESPA Imobiliário Fundo de Índice) - estes seis tendo o BLACKROCK BRASIL como gestor - 

e o PIBB11 (Fundo de Índice Brasil IBrX-50 - Brasil Tracker), que tem o Banco Itaú como gestor.

A LIQUIDEZ VEM AUMENTANDO!
O volume financeiro registrado em junho pelos sete fundos de índices negociados na BM&FBovespa chegou a R$ 515,30 milhões, em 12.083 negócios. A participação de pessoas físicas no volume total de ETFs passou de 15,4% em maio para 23% no mês de junho. Os investidores institucionais continuaram liderando a participação no volume de ETFs, com 40,4%, seguidos pelas pessoas físicas (23%), instituições financeiras (20,5%), investidores estrangeiros (15,%) e empresas públicas e privadas, com 0,4%.

BON$ INVE$TIMENTO$!

4 comentários:

Vitor disse...

Teria como detalhar melhor esse assunto? Talvez fazer uns post explicando taxas de corretagem e outros detalhes mais importantes...

Excelente blog, parabéns.

Douglas Caixeta disse...

Um detalhamento do assunto seria interessante, mas não taxas de corretagem pois isso é da corretora.
Gostaria do detalhamento de cada índice. O que o SmallCap abrange? E o Midlarge? etc

Diego Marques disse...

Post super interessante, mas concordo com meus colegas comentáristas rsrsr

Um post mais detalhado será bem vindo!
gde abço

Orlando disse...

Bom dia, gostaria de saber se te, interesse em por meu blog como parceiro? em troca colocaria o seu como meu parceiro.

Meu blog: www.dicasdotrader.blogspot.com

meu msn: landimrj@hotmail.com

abraço.